Destacar o lado humano de sua prática é uma maneira de usar o marketing odontológico para construir relacionamento com pacientes em potencial.

Se você deseja que os pacientes coloquem a saúde em suas mãos, você precisa conquistar a confiança deles. Na verdade, dois terços dos consumidores (67%) concordam que podem experimentar um produto se a marca tiver uma boa reputação, de acordo com Edelman . Mas, se eles não confiarem na empresa, eles vão parar de comprar o produto.

Seu marketing odontológico pode ajudá-lo a construir a tão necessária confiança. Aqui estão algumas idéias para mostrar aos pacientes em potencial que você é um dentista com quem eles podem contar.

Estratégias de marketing odontológico que geram confiança

1. Demonstrar confiabilidade com informações consistentes de diretório online

A maioria dos consumidores (80 por cento) perde a confiança em uma empresa local se vir informações de contato incorretas ou inconsistentes ou nomes de empresas online, de acordo com BrightLocal . Além disso, a maioria das pessoas culpa o negócio local, não o diretório, pelo erro. 

Obviamente, os diretórios online desempenham um grande papel no marketing odontológico. Se você não reivindicou suas listagens em diretórios populares como o Google Meu Negócio, é hora de fazer isso.

Ter o controle de seus perfis de diretório permitirá que você garanta que suas informações comerciais sejam precisas. Isso evitará confusão que pode afastar os pacientes em potencial de sua prática.

Leia: Como otimizar uma ficha de prática de saúde no Google Meu Negócio

2. Destaque o lado humano de sua prática odontológica

A última atualização no site do CFO – Conselho Federal de Odontologia é de 336.694 dentistas com CRO ativo até o momento, com uma média brasileira de 634 habitantes por dentista. Encontrar o dentista certo é uma escolha muito pessoal – e, obviamente, os pacientes têm muitas opções.

O marketing do dentista deve fazer com que os pacientes se sintam confortáveis ​​com sua prática. Humanize-o compartilhando fotos e vídeos de dentistas, higienistas e equipe de prática em seu site, listas de diretórios e mídia social.

Além disso, mostre aos pacientes em potencial que eles estão em boas mãos, destacando suas credenciais em todas as propriedades da web e perfis de diretório. Sua experiência os deixará à vontade, porque eles se sentirão confiantes de que você sabe o que está fazendo.

3. Priorizar a gestão da reputação do dentista

Três quartos das pessoas (74,6 por cento) procuraram online para encontrar mais informações sobre um médico, dentista ou atendimento médico, de acordo com o MOB tec . Aproximadamente a mesma quantidade (76 por cento) confia nas avaliações online tanto quanto nas recomendações pessoais, de acordo com a BrightLocal .

Assuma o controle da gestão da reputação de seu dentista integrando-a ao seu plano de marketing. Peça continuamente aos pacientes atuais um feedback honesto, enviando pesquisas automatizadas de satisfação do paciente.

Apresente comentários positivos em seu site odontológico e responda aos comentários negativos do público quando apropriado. Isso é fundamental porque as pessoas não terão necessariamente um feedback negativo contra você se você tentar fazer a coisa certa.

Por exemplo, 97 por cento dos consumidores lêem as respostas de empresas locais aos comentários, de acordo com a BrightLocal. Isso significa que os pacientes em potencial estariam quase definitivamente lendo o seu lado da história, diminuindo o impacto de quaisquer avaliações negativas.

Confira: 4 em 5 dentistas podem melhorar suas práticas fazendo isso

4. Compartilhe histórias reais de pacientes

Mais da metade das pessoas (56%) confia nas marcas com base na experiência do cliente, de acordo com Edelman. Uma vez que você ainda não tratou pacientes em potencial, aprender sobre aqueles que você tem pode gerar confiança.

Por exemplo, você pode apresentar fotos de antes e depois de procedimentos cosméticos – ou seja, clareamento de dentes, folheados, remodelagem gengival, etc. – em seu site e nas redes sociais. Com a permissão por escrito dos pacientes, você também pode escrever sobre suas transformações dentais nas redes sociais ou em postagens de blog em seu site.

Essa é uma ótima estratégia de marketing odontológico porque ajuda os pacientes em potencial a imaginar o que você poderia fazer por eles.

5. Educar e informar

Os pacientes em potencial desejam garantir que seu novo dentista saiba o que estão fazendo. Apresentar-se como uma autoridade em seu ramo da odontologia mostrará seus conhecimentos.

As ideias de marketing odontológico podem incluir escrever posts para explicar técnicas de ponta ou compartilhar as etapas envolvidas em procedimentos comuns de pacientes. Isso mostra aos pacientes em potencial que você está totalmente engajado e sabe exatamente o que está fazendo.

Os pacientes em potencial não confiarão sua saúde bucal a ninguém. O marketing odontológico cuidadoso pode permitir que você se conecte com as pessoas e mostre que elas estão em boas mãos no seu consultório.

Para obter mais informações sobre este tópico, consulte “ Marketing online para dentistas: um guia para iniciantes ”.

Importante

Seguir as determinações do CFO

Esteja atento ao elaborar o seu marketing odontológico, porque existem algumas regras que não podem ser transgredidas, e elas estão registradas no Código de Ética Odontológica, do Conselho Federal de Odontologia. Mostram quais são as boas práticas para anúncio, propaganda e publicidade, além de apontar o que constitui como infração.

Sendo assim, você precisa estudar muito bem o Capítulo XVI para saber o que pode ou não ser feito e, desse modo, divulgar o seu trabalho e a sua clínica adequadamente. Afinal, é preciso respeitar a ética da profissão para mostrar a sua responsabilidade e comprometimento.

Algumas ações consideradas como infração são:

  • o uso de imagens antes e depois;
  • a divulgação de valores;
  • oferecer serviços gratuitos;
  • anunciar técnicas, tratamentos e terapias sem comprovação científica;
  • fazer críticas a outros profissionais;
  • entre outros.

Mas não se preocupe, porque muita coisa pode ser feita no marketing odontológico, sendo que os profissionais podem manter um site, um blog, marcar presença em redes sociais, gravar vídeos e fazer outras campanhas. Basta apenas estar atento às regras do que pode ou não ser veiculado nesses canais.