Sei por experiência própria que quando você descobre a existência de AVs e suspeita que pode querer se tornar uma, você pesquisa sobre o assunto e então rapidamente fica sobrecarregada de informações. Portanto, aqui estão as perguntas mais frequentes de como se tornar uma Assistente Virtual para ajudá-la a decidir se essa é a carreira certa para você.

O que é uma Assistente Virtual e o que elas fazem?

Pode ser difícil definir exatamente o que é um AV porque existem tantos tipos de Assistente Virtual quanto empresas.

No entanto, de forma simples, uma Assistente Virtual é alguém que ajuda os proprietários de negócios fazendo tarefas que eles não sabem fazer, estão muito ocupados para fazer, não querem fazer ou que seriam melhor se fossem terceirizadas.

O objetivo de um AV é ajudar a ganhar ou economizar dinheiro para seus clientes e liberá-los para que possam fazer o que fazem de melhor – ou simplesmente dar-lhes mais tempo livre.

Os serviços de um AV geralmente estão relacionados ao que eles faziam para viver antes de se tornarem AV – porque essas são as coisas que eles sabem fazer bem. No entanto, um AV irá adquirir novas habilidades ao longo do tempo (por meio de aprendizagem autodirigida ou porque os clientes os apresentam a novas plataformas) e estas são frequentemente adicionadas aos seus serviços iniciais, ou o AV pode decidir mudar seus serviços para corresponder às novas habilidades encontradas.

Por exemplo, eu pensei em começar oferecendo quase tudo para todos (o que não é um modelo de negócio muito bom!), Mas eu tinha interesse em departamento pessoal e rotinas administrativas, então com o tempo, adquiri conhecimento o suficiente para oferecer serviços mais especializados e bem pagos.

Um homem pode ser um assistente virtual?

A indústria de AV não é específica de gênero, e há muitos assistentes virtuais masculinos – mas a maioria dos AVs parecem ser mulheres. 

Acho que a razão para isso é dupla:

  • Mais mulheres trabalham na administração do que homens
  • Mulheres assumem a maior parte dos cuidados com as crianças.

Portanto, ser autônoma se encaixa naturalmente nas responsabilidades, rotina e conjunto de habilidades existentes das mulheres. No entanto, existem muitos AVs masculinos e a função é adequada para qualquer pessoa com as habilidades e aptidões certas, independentemente do sexo.

Que tipo de pessoa contrata assistentes virtuais?

As pessoas que contratam AVs são predominantemente proprietários de pequenas empresas.  São pessoas que não precisam contratar um empregado (ou porque não querem o aborrecimento ou os custos associados, como encargos sociais, etc.), mas que precisam de ajuda com tarefas recorrentes ou regulares.

Por onde eu começo?

As AVs são detalhistas por natureza, o que significa que elas (ou “eles” quero dizer nós!) Muitas vezes pensam demais nas coisas. Mas pensar demais pode causar sobrecarga e resultar em paralisia de decisão. O que não é ideal se você deseja abrir um negócio!

Depois de passar anos trabalhando, você se acostuma a receber instruções e a receber ordens. Você conhece o parâmetro de sua função e o que é esperado de você. Embora isso signifique que você se adaptará bem à carga de trabalho de um AV, os proprietários de negócios precisam tomar dezenas de decisões todos os dias, bem como gerenciar clientes incômodos, discutir taxas e reforçar limites.

Essas são coisas com as quais você pode não estar acostumado ou confortável.

Felizmente, estamos desenvolvendo um curso gratuito que cobre o básico. O curso é apenas uma visão geral do que você precisa fazer; se você quiser um roteiro passo a passo e ser guiado por todo o processo de inicio e apoiado ao longo de sua carreira, você deve voltar no futuro e comprar nosso curso com dicas.

Investir em treinamento AV levará você aonde deseja ir mais cedo, com menos erros. Mas é uma grande decisão, e você deve levar em conta um treinamento AV primeiro para ter certeza de que é o rumo certo para você.

O que eu preciso iniciar?

Eu estou escrevendo um guia gratuito chamado ‘as ferramentas que você precisa (e não precisa) para iniciar um negócio de Assistente Virtual’, e você pode encontra-lo aqui no futuro.

Quanto dinheiro preciso para começar?

Você já se deparou com um desses atraentes artigos online ‘1000 empregos que você pode fazer em casa sem investimento’?

Eles são uma m*rda.

É preciso dinheiro para começar um negócio – qualquer negócio – e esses artigos são irresponsáveis.

Pensando bem, você precisa de um laptop, um telefone celular com um bom plano de dados, internet forte e confiável (o que significa um pacote de banda larga de alto nível), seguro, documentos legais e Microsoft Office. Se você decidir adquirir um site, será atingido com taxas anuais de domínio e hospedagem também.

Eu estou desenvolvendo um guia gratuito com as ferramentas de que você precisa (e não precisa) para abrir um negócio de Assistente Virtual, mas se você não tiver nenhuma economia, sugiro esperar até que faça.

Quanto tempo leva para começar um negócio de Assistente Virtual?

Depende. Estabeleci estagiários com clientes pagantes em seis semanas, mas geralmente leva cerca de três meses para começar corretamente.

Abrir uma empresa é um grande negócio e não deve ser considerado levianamente ou apressado.

É importante considerar o tipo de modelo de negócios que você deseja. Você também precisa de tempo para avaliar seu conjunto de habilidades, decidir com quem gostaria de trabalhar, quais serviços oferecer, como gerenciará sua carga de trabalho e para calcular quanto dinheiro você pode ganhar de forma realista versus quanto tempo você tem.

Se você pretende abrir seu próprio negócio, ele deve ser financeiramente viável e deve ser melhor do que o que você tinha antes.

Na verdade, eu digo aos meus trainees para tirarem uma semana de folga após a primeira seção do curso DIY VA para que possam deixar a informação se infiltrar e evitar que se precipitem em uma direção que, em última análise, não se adapta aos seus objetivos de curto e longo prazo.

Se você abrir um negócio que não reflita suas necessidades ou o que deseja do trabalho, trocará um emprego frustrante, onde se sente preso, por um negócio frustrante, onde se sente preso. É muito melhor tentar acertar no modelo de negócios desde o início e não precisar voltar e desfazer tudo depois.

Se você se apressar, vai se arrepender.

Uma empresa é como uma casa e precisa de uma base sólida. Não adianta escolher almofadas antes de colocar o telhado!

Quanto tempo leva para conseguir clientes?

Novamente, isso depende. Quanto tempo você leva para conseguir clientes vai depender de se você já tem contatos para entrar em contato e de quanto tempo você dedica à promoção de seus serviços.

Alguns VAs conseguem trabalho imediatamente, outros não. Alguns conseguem trabalho imediatamente e demoram muito para conseguir mais, e alguns VAs demoram muito para conseguir clientes, mas as cargas chegam de uma vez.

Quanto dinheiro ganham os assistentes virtuais?

As mulheres, em particular, parecem ter bloqueios mentais em torno do dinheiro. Eles se sentem desconfortáveis ​​em falar sobre isso e, muitas vezes, cobram menos ou permitem que os clientes pechinchem por um preço mais barato.

É importante lembrar que um AV é um empresário profissional e que qualquer pessoa que queira enganá-lo sem dinheiro (incluindo amigos) não é alguém com quem você deseja trabalhar.

Em uma pequena pesquisa, a mesma mostra que a taxa média horária para um AV no Brasil é de R$25 por hora, já a média é de R$28K por ano, desconsiderando as horas trabalhadas, e a média do modo (o valor relatado com mais frequência) está entre R$ 20K – R$ 40K por ano.

No entanto, há muitas maneiras de ganhar mais dinheiro sem trabalhar mais horas. Isso inclui taxas de projeto e pacote, preços diferenciados e retentores.

Eu falo mais sobre como você pode fazer isso em meu curso de Preços e você pode usar minha calculadora de taxas por hora para obter uma visão realista do que você precisa para ganhar e cobrar. Você encontrará ambos em nosso fórum de apoio as Assistentes Virtuais.

Que coisas legais eu preciso saber?

Embora eu esteja familiarizado apenas com as leis do Reino Unido, sei que todo proprietário de empresa deve cumprir as leis de proteção de dados (GDPR) onde quer que estejam e que também existem requisitos específicos para proprietários de sites.

É sua responsabilidade descobrir quais requisitos legais e fiscais você precisa atender no país onde está baseado e / ou o país onde sua empresa está registrada, se forem diferentes.

Você pode encontrar todos os meus artigos selecionando a categoria relevante na barra lateral.

Os VAs precisam saber muito sobre tecnologia?

Embora você não precise ser um gênio da tecnologia, a pista está no cargo, e os assistentes virtuais devem saber como colaborar e se comunicar remotamente.

Alguns VAs sabem muito mais que outros e alguns se especializam em serviços mais ‘tecnológicos’, como mídia social, edição de vídeo, boletins informativos, gráficos, sites, etc. Todos os VAs precisam entender e estar familiarizados com as formas virtuais de trabalho.

Um Assistente Virtual não pode ter medo de tecnologia.

Quando o bloqueio da Covid-19 aconteceu, foram os AVs que ofereceram os serviços mais tradicionais que tiveram dificuldades porque não sabiam como ajudar seus clientes a se movimentar e se mover online. Você pode ler mais sobre como os AVs ajudaram seus clientes durante a pandemia do Coronavirus.

Minha experiência mostra que AVs com experiência em tecnologia garantem mais trabalho. Eles também podem ganhar mais dinheiro, pois esses serviços são mais fáceis de cobrar como taxa de projeto. Se você tem medo de tecnologia e não quer aprender, eu sugiro que você se comercialize como um administrador freelance em vez de uma Assistente Virtual.

Preciso de anos de experiência administrativa?

Embora que tinha um pouco de experiência administrativa quando conheci os serviços de Assistente Virtual. Eu não era um funcionário de nível executivo ou um gênio do Excel, mas sabia lidar com uma planilha. Eu também era organizado, capaz, focado na solução e confiante de que poderia resolver as coisas.

Também descobri que meus clientes não precisavam de nada complicado e, se eles queriam que eu criasse um filtro ou cálculo específico em um documento do Excel, por exemplo, eu apenas procurava no Google como fazer ou perguntava a alguém.

Portanto, embora você não precise de experiência de administrador de nível executivo ou de ter trabalhado como secretária, precisa ter alguma experiência de administrador e ser confiante e cheio de recursos. Aqui estão as qualidades que todo assistente virtual precisa ter.

Como consigo clientes? (Eu odeio a ideia de me vender)

Embora você não esteja “se vendendo”, o marketing do seu negócio é algo que você fará durante toda a sua carreira.

Portanto, será (literalmente) compensador ser bom nisso!

Você não pode postar aleatoriamente em todas as plataformas de mídia social. Você precisa saber o que está dizendo a quem e por quê. Você precisa ter uma estratégia e um plano, ou estará apenas gritando ao vento.

Existem muitas maneiras de conseguir clientes, mas todas envolvem construir relacionamentos e resolver problemas. Eu vou desenvolver um curso gratuito de marketing para ajudá-lo e pronto!

Eu preciso de um site?

Alguns dos meus trainees criaram um negócio de sucesso sem um website, mas se você quiser, posso lhe fazer uma consultoria sobre isso.

Posso realmente trabalhar em qualquer lugar do mundo?

Eu trabalho regularmente durante as viagens, assim como muitos outros VAs.

Ter uma empresa independente de localização é ótimo, mas recomendo que você só comece a viajar quando tiver alguns clientes. Dessa forma, você já ganhou experiência em gerenciar sua carga de trabalho e o que é necessário para administrar um negócio antes de lançar outro desafio na mistura.

Como dirijo uma empresa e gerencio creches?

O trabalho flexível e a possibilidade de passar mais tempo com a família são os motivos que a maioria das mulheres apresenta para se tornarem autônomas.

Cerca de 80% dos AVs que conheço têm filhos, e se eles conseguem administrar o trabalho em casa com seus filhos você também consegue.

Como faço para superar meus medos e falta de confiança?

A vida é cheia de desafios e obstáculos, mas você os supera todos os dias e tem feito isso desde o dia em que nasceu.

Você só está com medo porque não abriu um negócio antes.

Quando você pensa sobre isso, você enfrentou inúmeras coisas pela primeira vez. Você aprendeu a andar, escrever, ler, somar, nadar, andar de bicicleta, dirigir e criar filhos. A lista não tem fim.

Existe uma linha estreita entre a excitação e o medo. Mas entenda que o medo é normal, decida ficar excitado e, em seguida, dê um passo à frente e faça o que deseja, para que nunca possa dizer que viveu sua vida com arrependimento ou por outra pessoa. 

E não se preocupe em cometer erros. Você definitivamente vai cometer pelo menos um erro durante sua carreira. Eu sei disso com certeza. Eu posso garantir isso. Vai acontecer 100%.

Ficar preocupado por não conseguir fazer algo certo da primeira vez é meio bobo. Veja todas as coisas que acabei de listar acima. Você não fez nenhum deles perfeitamente na primeira vez que tentou, mas perseverou e foi assim que se tornou bom nisso .

Novamente, é por isso que eu sempre recomendo que você comece oferecendo coisas que você sabe fazer. É muito menos provável que você cometa um erro se já souber fazer uma tarefa.

Erros cometidos com clientes podem ser corrigidos. Você tenta não fazê-los, mas eles vão acontecer. Você precisa cometer erros em seu negócio porque tentativa e erro é a única maneira de aprendermos e crescermos. Sempre aprendemos mais quando algo não sai como planejado do que quando sai.

Além disso, se você desistir porque pode falhar, então você já falhou!

Eu não sei como (insira o que você não sabe)

Sempre haverá algo que você não sabe fazer … ainda.

No entanto, a resposta provavelmente está em algum lugar neste site ou em um dos meus cursos ou um membro do meu grupo de manuais de VA no Facebook saberá. Além disso, existem Google e YouTube.

Você pode encontrar a resposta para literalmente tudo na internet. Se você não sabe fazer algo, descubra. Se você tem dificuldades com marketing, preços, networking, confiança ou … qualquer coisa, concentre-se em melhorá-los.

O trabalho de um Assistente Virtual é resolver problemas e encontrar soluções.

Como posso saber se ser um VA é certo para mim?

Bem, se esta postagem o deixou horrorizado, provavelmente não é!

Mas se você não está correndo para as montanhas, tenho alguns posts dedicados à realidade de ser proprietário de uma empresa para lhe dar uma ideia melhor de como é. Pelo menos então você pode dizer que investigou a possibilidade de se tornar um VA e decidiu que não era para você, ou você sabia no que estava se metendo.

Não é fácil administrar uma empresa.

Não há renda confiável, as horas são longas (principalmente no início), você tem que administrar clientes difíceis, você enfrentará inúmeros obstáculos e contratempos, haverá problemas de tecnologia, você terá atrasados ​​e não pagantes, e aí dias em que você se perguntará por que começou.

Mas você aprenderá mais do que jamais imaginou ser possível. Você descobrirá do que é capaz, aprenderá algo novo com cada cliente, ficará flutuando no ar quando resolver um problema ou superar um desafio, ficará melhor a cada dia e terá tanto orgulho de si mesmo você pode estourar.

Existem desvantagens em tudo, mas se você quer as coisas incríveis mais do que teme os obstáculos, então a Assistência Virtual pode ser para você.

Recursos

Além dos links fornecidos na postagem, tenho uma série de recursos, todos dedicados a ajudá-lo a configurar e administrar um negócio de Assistente Virtual de sucesso.

  • Nosso Fórum contém todos os meus guias, cursos e documentos. Todos os AVs apoiando uns aos outros em sua jornada freelance.
  • Se você deseja abrir seu próprio negócio de VA rapidamente e com o mínimo de incômodo possível, considere baixar meu guia e deixe-me guiá-lo.